Brasil 20 Copas

28 maio

Exposição interativa no Museu do Futebol dedica um espaço ao assunto do momento no país: Copas do Mundo.

Em cartaz até o dia 7 de setembro, a mostra tem como objetivo apresentar curiosidades sobre a disputa dos Mundiais e como a seleção brasileira conquistou seus 5 títulos e perdeu as demais edições.

Grátis às quintas e aos sábados, a entrada custa R$ 6 (inteira) nos outros dias da semana. A exposição fica em cartaz no Museu do Futebol, localizado na praça Charles Miller, s/n, no estádio do Pacaembu.

Até 13 de julho, data da final da Copa do Mundo, o horário da exposição é das 9h às 21h. Após esta data será das 9h às 17h.

Mônica Saraiva/Divulgação

Mônica Saraiva/Divulgação

Vida tecnológica

27 maio

Na semana passada, o dicionário Merriam-Webster, um dos mais vendidos nos EUA, adicionou 150 novas palavras à sua lista de verbetes.

Entre as selecionadas estavam: selfie, hastag, crowdfunding e big data. Termos surgidos na era da informática, estas novas palavras mostram a força da tecnologia nos dias atuais e em nosso cotidiano.

Eleita a palavra do ano passado pelo dicionário Oxford, ‘selfie’ representa bem a geração dos nativos digitais que utilizam todos os equipamentos disponíveis para registrar os momentos da vida.

Oscar 2014 – Durante a cerimônia de entrega do Oscar deste ano, a apresentadora Ellen DeGeneres reuniu alguns atores para fazer um selfie.

A imagem compartilhada no Twitter tornou-se a foto mais compartilhada na história do microblog com quase 3 milhões de retweets.

Reprodução Twitter @TheEllenShow

Reprodução Twitter @TheEllenShow

Fátima Bernardes e publicidade nativa

20 maio

Ao relatar a palestra sobre o futuro do jornalismo com o editor-executivo da revista ProXXIma, José Saad, expliquei o conceito de publicidade nativa.

Recentemente, o programa “Encontro com Fátima” ancorado pela apresentadora Fátima Bernardes mostrou como um quadro pode se encaixar perfeitamente como exemplo.

A consultora de finanças Denise Hills participa do programa como uma convidada, sendo que o quadro é patrocinado pelo banco Itaú que tem como uma de suas bandeiras a conscientização para o uso correto do crédito.

Como o assunto é foco para discussões, dentro do programa, o bate-papo acaba se tornando natural fazendo da ação da instituição financeira um perfeito casamento entre conteúdo e publicidade.

Valores – Estima-se no mercado publicitário que a ação promocional tenha custado cerca de R$ 8 milhões para o Itaú e esta tendência pode ser ampliada para outros programas tanto da emissora quanto da concorrência.

Sepac: cursos de maio

19 maio

sepac logoLocalizado no bairro da Vila Mariana, o Sepac (Serviço à Pastoral da Comunicação) promove neste mês de maio três atividades sempre das 8h30 às 16h30.

No sábado, 24, acontece a oficina de Web Rádio com dicas de softwares livres e gratuitos para desenvolver trabalhos na internet.

Já no dia 31, sábado, serão duas atividades: o curso de gestão de comunicação em redes sociais com o professor Adriano Miranda e o laboratório de recursos audiovisuais para cursos e palestras.

Todas as atividades tem valor de investimento de R$ 75,00.

Para inscrições e mais informações, acesse o site.

O Sepac fica na rua Dona Inácia Uchôa, 62.

18º Cultura Inglesa Festival

19 maio

18 festival cultura inglesa

Ainda dá tempo. Apesar de já ter começado no último dia 9, o Festival da Cultura Inglesa vai até domingo, dia 25 com muitas atrações por São Paulo.

Destaque para atividades em artes visuais, teatro, gastronomia e música.

Vale a pena entrar no site e conferir a programação.

Tempo escasso

19 maio

despertadorSei que estes posts de falta de tempo vêm se tornando recorrente aqui em nosso espaço e os textos com informações estão rareando.

Mas, são várias as atividades que este blogueiro está envolvido e o tempo anda cada vez mais escasso.

Apesar da correria, reafirmo a vontade de continuar o nosso espaço de debate. Até quando for possível.

Vamos sempre em frente.

Álbum de figurinhas: uma paixão nacional

8 maio

robinho fora da copaFaltando pouco mais de 30 dias para a bola rolar e ainda sob a repercussão da convocação da seleção brasileira para a Copa do Mundo, outra febre toma conta do país do futebol.

O álbum de figurinhas oficial do torneio virou mania entre os apaixonados pelo esporte ou não. Crianças, adultos, homens e mulheres têm cromos com os rostos dos jogadores que entrarão em campo a partir de junho – pelo menos a grande maioria – já que no caso do time brasileiro, o atacante Robinho não foi convocado por Felipão.

Com diversos pontos de troca em vários locais do país, não é difícil encontrar inúmeras pessoas fazendo trocas dos cards em praças, escolas, shoppings e outros locais.

O clima da Copa está no ar e as procura por figurinhas só cresce.

O álbum do signatário deste blog feito em parceria com a Helô Spolador já está completo. E o seu?

O Haiti no Brasil

5 maio

Por Vanessa Vieira

Haitianos no Acre - Foto: Marcello Casal Jr/ABr

Haitianos no Acre – Foto: Marcello Casal Jr/ABr

Milhares de pessoas de países africanos e da Ásia Ocidental abandonam seu país natal em função de problemas econômicos, políticos e de segurança. Países da União Europeia lidam diariamente com imigrantes ilegais. O Brasil está vivendo essa conjuntura no caso dos bolivianos e mais recentemente, na chegada dos haitianos no país sede da Copa do Mundo de 2014.

Há mais de uma década o Haiti vem sofrendo problemas políticos, o que acarretou na intervenção das Nações Unidas e do Brasil em 2004 na tentativa de restaurar a ordem no país. Além das questões civis, problemas como fome e epidemias se agravaram com o terremoto de 2010, cujo epicentro foi a 22 km da capital Porto Príncipe. Esse cenário fez com que os haitianos procurassem recomeçar suas vidas em um novo lugar.

No último mês houve a chegada de cerca de 500 haitianos a São Paulo. Este fato isolado não diria muita coisa, mas expõe a ponta de um iceberg. Um iceberg diplomático de dimensões intra e internacionais.

As dimensões intranacionais do iceberg referem-se ao silêncio do Governo Federal sobre a questão e à discussão entre os Governos de São Paulo e do Acre com relação ao destino desses imigrantes refugiados. O primeiro afirma não ter sido comunicado que receberia estas pessoas e o Acre diz auxiliar os haitianos ao custear sua ida a diversas cidades além de não ter mais condições para lidar com os milhares de haitianos que habitam a cidade de Brasiléia à espera de um destino definitivo.

Quanto ao aspecto internacional, o Brasil já investiu mais de R$ 2 bilhões com a Missão da ONU para Estabilização do Haiti (Minustah) e com o episódio da chegada dos haitianos a São Paulo, demonstrou não ter uma política de ajuda humanitária definida. Com sua economia emergente, sendo carro chefe do Mercosul e sediando a Copa, o Brasil se tornou o “sonho americano” mais acessível aos desamparados da América Latina.

Em tempo de eleições e propagandas partidárias, pergunte ao seu candidato das esferas federal e estadual qual é o plano para tratamento de refugiados. Depois disso, pergunte qual é o plano para os desamparados pátrios. Esse é um tema amplo, que envolve diversas pastas e as respostas certamente contribuirão para sua escolha em outubro.

* Vanessa Vieira é pós-graduanda do curso de Jornalismo Contemporâneo da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Curso de edição de vídeo no Sepac

5 maio

clipart edicaoNeste sábado, 10, o Sepac (Serviço à Pastoral da Comunicação) oferece o curso “Edição de Vídeo”. A atividade acontece das 8h30 às 16h30 e tem valor de investimento de R$ 75,00.

O objetivo da oficina é oferecer ao aluno noções básicas de edição a partir de imagens e roteiros pré-definidos utilizando o software Adobe Premiere CS5.

O Sepac está localizado na rua Dona Inácia Uchoa, 62, Vila Mariana.

Para inscrições e mais informações, acesse o site.

Getúlio: a história do Brasil

5 maio

Entender a crise política que se estendeu em nosso país em agosto de 1954 pode ser um dos motivos para ir ao cinema assistir “Getúlio”.

O filme mostra como foram os últimos dias da vida do então presidente da República interpretado magistralmente por Tony Ramos.

Além do quesito histórico, chama atenção a bela produção de época e grandes atuações, entre elas Drica Moraes como a filha do presidente: Alzira Vargas.

Retrato do poder durante a crise de 1954, o filme nos convida a refletir sobre como a política do nosso país e consequentemente sua história impactam em nossas vidas.

Vale cada centavo.

Assista o trailer abaixo: