A tristeza paulistana

13 maio

Independente da posição partidária, acredito que todo governante deve realizar o seu trabalho em benefício da população que o elegeu para tal cargo. Por esta razão, este post não tem simplesmente um sentido político, mas sim uma visão cidadã de certos fatos.

Escolhido pela FIFA em 30 de outubro de 2007 para abrigar a Copa do Mundo de 2014, o Brasil ainda engatinha na preparação em vistas de receber a competição.

No entanto, alguns casos chamam ainda mais a atenção. Mais de 3 anos e cinco meses depois da escolha do país-sede, a maior cidade brasileira, polo econômico e financeiro da nação e candidata a receber a partida de abertura do Mundial ainda não tem sequer iniciado as obras no futuro estádio.

Como paulistano, li com muita tristeza a nota publicada ontem no blog “Primeira Mão”. Cinco cidades foram escolhidas para receber a Copa das Confederações, em 2013. O campeonato – espécie de laboratório para o Mundial – conta com a participação de oito países e é um dos eventos oficiais da FIFA mais badalados.

Entre as escolhidas: Rio de Janeiro (Maracanã), Belo Horizonte (Mineirão), Porto Alegre (Beira-Rio), Brasília (Estádio Nacional) e Salvador (Fonte Nova).

São Paulo e o seu Itaqueirão ficaram de fora, pois será impossível entregar o estádio a tempo do campeonato preliminar. A corrida agora é para conseguir receber a competição principal.

Surgem então algumas questões – novamente não partidárias, mas cidadãs – o que fizeram as autoridades municipais, estaduais e federais durante os mais de três anos após a escolha do Brasil como sede? Como uma cidade da importância de São Paulo pode ficar fora de um evento desta magnitude? Onde estava o prefeito da capital?

Talvez para a última questão a resposta seja partidária: De saída do DEM (Democratas) Gilberto Kassab articula a criação do PSD – Partido Social Democrático – menino dos olhos de nosso governante nos últimos tempos. Quanto ao Itaqueirão e a Copa? Só nos resta torcer. Para que dê tudo certo e que São Paulo não passe vexame.

Anúncios

2 Respostas to “A tristeza paulistana”

Trackbacks/Pingbacks

  1. A tristeza continua « Leia e Opine - 16/05/2011

    […] como já falamos em nosso espaço, São Paulo já está fora da Copa das Confederações, em 2013. O evento é […]

  2. Menos mal « Leia e Opine - 13/07/2011

    […] tempo, a posição deste blogueiro não foi alterada. Ainda acredito que os governantes postergaram e muito a […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: