Democratização da cultura já

30 maio

Um dos assuntos de ontem ainda repercute em minha consciência. Perguntei-me por que razão, os meus amigos de bairro – e milhares de outras crianças e adolescentes da periferia de São Paulo – não tem acesso a equipamentos culturais de qualidade?

Sim, por que temos bibliotecas públicas, como por exemplo a Gilberto Freyre, em Sapopemba e também os Centros Unificados de Educação, mas estes espaços não foram concebidos para o básico: proporcionar cultura a todos.

Os populares CEUs são apenas locais para estudar e já as bibliotecas estão fadadas a apenas emprestar livros, sem ao menos tentar expandir o nível cultural dos moradores do bairro onde estão inseridas.

A realidade é dura e crua. Os ciclos viciosos se auto-alimentam, o jovem da periferia não tem condições de deixar a sua residência e partir para o centro e a ‘zona sul’ em busca de cultura, pois muitas vezes não há o que comer em casa.

Da mesma forma, que para os jovens da zona sul fica mais fácil ter acesso a equipamentos culturais bem estruturados. Pois o ciclo diz cada um deve ficar em seu lugar – ou como dizem no popular: cada um no seu quadrado.

A internet e este espaço estão aqui para mostrar que há um mundo lá fora, onde todos podem romper o ciclo vicioso e provar que não só na zona sul se tem espaço para eventos como o narrado no post anterior.

Anúncios

2 Respostas to “Democratização da cultura já”

  1. Helô 30/05/2011 às 16:31 #

    O que foi dito sobre as bibliotecas dos bairros é uma verdade, muitas delas não oferecem outras opções culturais além do acesso aos livros. O grande problema que temos também é a falta de interesse e de estímulo que vemos nos bairros onde moramos. Cultura é um direito de todos e é preciso criar espaços fora do “centro” para que ela aconteça, além de divulgar esses eventos. A internet é uma ferramenta e tanto para isso, claro, quando não se consome nela os mesmos produtos da TV…

Trackbacks/Pingbacks

  1. De mão em mão « Leia e Opine - 26/06/2012

    […] ontem o livro “Missa do Galo e outros contos” de Machado de Assis. Para quem sempre defendeu a democratização da cultura e a difusão do conhecimento, achei a iniciativa […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: