Hermanos invadem o Brasil

31 maio

 Por Gabriel Duque

Aos desavisados, não se assustem com o título do post acima. Os argentinos não estão invadindo o nosso território. Na verdade, são os jogadores do país vizinho que andam tomando conta do Campeonato Brasileiro. No ano passado, três nomes se destacaram e deixaram os atletas canarinhos no chinelo.

Da esquerda para direita: Conca, D'Alessandro, Montillo e Valdívia

Dario Conca, do Fluminense, Montillo, do Cruzeiro, e D’Alessandro, do Internacional, foram os meias articuladores mais visados da competição e brigam para manter este status nesta temporada. O único em condições de lutar com os três é o maestro do Santos: Paulo Henrique Ganso.

Mas a intenção deste post não é discutir o melhor entre eles, nem citar qualidades técnicas individuais e de seus clubes. A ideia é abordar o crescimento do número de jogadores hermanos nas terras tupiniquins.

Com a atual força da moeda brasileira, as outras nações sul-americanas não têm chances de concorrer com os times daqui. Com isso, fica fácil para os atletas revelações no Chile, no Uruguai, no Paraguai e nos outros vizinhos se transferirem para cá.

No total, são 29 sul-americanos em times da Série A do Brasileirão. No gaúcho Internacional, D’Ale não está sozinho. O argentino é acompanhado por três compatriotas: os volantes Guiñazu e Bolatti e o atacante Cavenaghi, além do zagueiro uruguaio Sorondo. No arquirrival Grêmio, são mais dois argentinos: o meia Escudero e o atacante Miralles, recém contratado junto ao Colo-Colo.

Em Santa Catarina, o Avaí conta com o meia colombiano Estrada e o Figueirense tem em seu elenco os meias Pittoni, do Paraguai, e Breitner, da Venezuela.

No Paraná, o equatoriano Guerrón e o argentino Nieto fazem parte do ataque do Atlético-PR, enquanto o Coritiba não tem nenhum sul-americano, mas possui um estrangeiro: o angolano Geraldo. Além do Coxa, mais seis equipes não tem jogadores dos países vizinhos. São elas: Atlético-GO, América-MG, Atlético-MG, Santos, São Paulo e Ceará.

Em Minas, junto com Montillo estão no Cruzeiro o atacante paraguaio Ortigoza e o zagueiro uruguaio Victorino. Enquanto isso, no Flu, que é liderado dentro de campo por Conca, o volante colombiano Valencia também marca presença. Já o Palmeiras conta com o chute no vácuo do meia chileno Valdívia e está perto de trazer o meia-atacante argentino Martinuccio, que seria o 30º sul-americano no Brasileirão 2011.

Confira os outros sul-americanos espalhados pelos times brasileiros:

Bahia – os colombianos Mosquera e Tressor Moreno
Corinthians – meio-campista peruano Luis Ramirez

Flamengo – chilenos Maldonado e Fierro e meia argentino Bottinelli
Botafogo – uruguaios Loco Abreu e Arévalo Rios e argentino Herrera

Vasco – lateral-direito paraguaio Irrazábal e meia-atacante argentino Chaparro

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: