Palocci e a Globo

3 jun

Ainda não publicamos uma palavra sobre as denúncias da Folha de São Paulo sobre o aumento patrimonial do ministro da Casa Civil, Antônio Palocci, mas as atuais circunstâncias nos levam a debater o assunto.

Principal nome do governo Dilma Rousseff, Palocci escolheu o “Jornal Nacional” da Rede Globo para se pronunciar à nação e explicar o crescimento de seus bens nos últimos anos.

Em entrevista gravada, o político atendeu a um pedido da presidente, que vê seu governo enfrentar a primeira grande crise, sem ao menos ter completado seis meses no cargo.

É notório que o principal telejornal da Globo é líder de audiência em seu horário e conta também com grande credibilidade. Mas fica aqui uma dúvida deste blogueiro e de algumas pessoas: por que escolher um único veículo em detrimento de outros? Se é um assunto de interesse coletivo, por que não ampliar o espectro de interlocutores?

Ao chegar em casa e consultar o site da Folha, vi que o ministro concedeu entrevista ao jornal que será publicada amanhã.

Em tempo, redijo esta nota durante a exibição da entrevista no “Jornal Nacional”. Conduzida pelo repórter Júlio Mosquera, a conversa teve um tom informal. Palocci negou qualquer tipo de influência de sua consultoria junto ao governo federal, afirmou ainda não poder divulgar os nomes das empresas para evitar o uso político das informações e disse ter todas atividades registradas juntos aos órgãos competentes.

O site do G1 acaba de publicar a íntegra da entrevista, para ler clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: