Quando a pauta emperra

7 jun

Nosso amigo e colaborador Gabriel Duque compartilhou este texto do Lance! hoje. A pauta com dois assuntos factuais pareceu interessante a princípio.

A badalada “Banda Mais Bonita da Cidade” já retratada em nosso blog e a seleção brasileira, que nesta terça-feira se despede de Ronaldo Fenômeno no Pacaembu.

No entanto, ao ler o texto deparei-me com a seguinte frase: “Ok, mas o que eles têm a ver com a seleção brasileira?”

A partir deste ponto, defendo a tese de que a ‘pauta emperrou’. Um texto deve fluir de tal maneira que não seja necessário uma interrogação deste tipo.

Neste momento entra em campo, com o perdão do trocadilho, o pauteiro. Responsável pela elaboração da pauta, cabe a ele indicar o caminho a ser seguido pelo repórter.

Acredito que a intenção aqui foi a melhor possível, mas não atingiu seu objetivo: informar e acrescentar algo para o leitor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: