Sexto Mundial Feminino bate à porta

27 jun

Por Gabriel Duque

Começou ontem na Alemanha a sexta edição da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Atual bicampeã do torneio, a equipe anfitriã chega como favorita ao título da competição deste ano.

Logo na estreia, pelo Grupo A, a seleção alemã provou sua força contra um adversário complicado: o Canadá. Com uma vitória por 2 a 1, as germânicas passaram pelo selecionado canadense que teve seu melhor resultado em Mundiais, um quarto lugar em 2003.

O time canadense chegou embalado, após garantir presença no campeonato, desbancando os Estados Unidos, uma das maiores potências do futebol feminino. Vale lembrar que, no fim do ano passado, o Canadá superou o Brasil e conquistou o Torneio Cidade de São Paulo, em pleno Pacaembu.

Infelizmente, Canadá e Alemanha caíram na mesma chave. No entanto, as duas equipes devem seguir na competição e poderão voltar a se encontrar na fase de mata-mata. Na outra partida do grupo, a França venceu a Nigéria por 1 a 0.

Se no Grupo A há dois favoritos, o Grupo C reserva emoções maiores, com Estados Unidos, Coreia do Norte e Suécia prometendo grande equilíbrio.

Campeãs em 1991 e 1999, as norte-americanas precisaram passar pela repescagem para chegar à Copa. Mas a equipe não deve se abalar com isso, já que são bicampeãs olímpicas e, em Mundiais, sempre subiram ao pódio.

As asiáticas têm crescido de produção e mostrado resultados imponentes na base, faturando o título do Sub-20 em 2006 e o vice da categoria em 2008 e levantando a taça no Sub-17 em 2008. Já a Suécia quer reviver seus momentos mais promissores, quando foi vice-campeã em 2003.

Marta e Cia

A última chave conta com a Seleção Brasileira, que caminhará pelos gramados germânicos em busca do inédito e sonhado título mundial. O Grupo D traz uma adversária de peso e duas surpresas. A Noruega é velha conhecida e já foi campeã da competição em 1995, mas, ultimamente, tem sido superada pelo time comandado dentro de campo por Marta. Francas-atiradoras, a Austrália vem credenciada pela conquista das Eliminatórias Asiáticas e Guiné-Equatorial é a vice-campeã africana.

O time canarinho, vice-campeão no último torneio em 2007, vê em Marta, eleita a melhor do mundo cinco vezes, sua esperança para levantar o caneco. Além da camisa 10, Cristiane, com seu faro de gol, também pode ser fundamental.

A dupla conta ainda com a experiente Formiga, que, aos 33 anos, chega ao seu quinto mundial. A estreia verde-amarela acontece no dia 29 de junho, próxima quarta-feira, e será contra a Austrália, na cidade de Moenchengladbach, às 13h15 (de Brasília).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: