Jornalismo de Tese

26 jul

Quem tiver a oportunidade de ler “O Efeito Marina”, de Alfredo Sirkis, verá uma crítica do autor ao chamado “Jornalismo de Tese”. Mas o que seria esta nova ‘classificação’ para a área?

Sirkis explica: “ Um dos piores cacoetes da imprensa é o tal do ‘jornalismo de tese’. O repórter ou editor tem sua tese preconcebida para a matéria e direciona sua ‘apuração’.”

Em minha opinião, Sirkis está correto em sua avaliação. Vemos inúmeros exemplos de profissionais, que fazem perguntas esperando por respostas pré-concebidas para assim fundamentar uma pauta já elaborada.

Ao invés de apurar os fatos e seus reais desdobramentos, alguns ‘profissionais’ acabam escrevendo aquilo que lhes é pertinente. Mesmo que às vezes distorçam frases e as coloquem fora de contexto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: