Um mapa do jornalismo investigativo

26 ago

Minha mais recente leitura foi “Anatomia da Reportagem” do repórter especial da Folha de São Paulo, Frederico Vasconcelos. Experiente com mais de 40 anos de profissão, o autor apresenta o verdadeiro caminho das pedras para quem busca enveredar por um ramo complicado do jornalismo: a investigação.

Dividida em três partes – empresas, governos e tribunais – a obra mostra como o jornalista deve agir em caso de denúncias, como elaborar a matéria de forma que possa se resguardar para possíveis processos, além de dicas imprescindíveis para quem tem o instinto de Sherlock Holmes.

Recomendo a leitura com especial dedicação ao final do livro, onde 28 pontos resumem bem mais do que a ação investigativa no jornalismo. Os tópicos citados são uma verdadeira aula de como fazer uma boa reportagem.

Assunto abordado no livro vale reprodução neste post: “Ao tomar conhecimento de algum fato que mereça investigação, o jornalista deve procurar, antes de sair a campo, levantar todas as informações possíveis sobre o fato. Deve saber os eventuais interesses de quem está sugerindo a reportagem e avaliar se há interesse público no que será investigado. É importante saber a quem a reportagem prejudicará e quem será beneficiado com a divulgação dos fatos.”

Anúncios

Uma resposta to “Um mapa do jornalismo investigativo”

  1. Mayara (@mayara_162) 30/08/2011 às 00:30 #

    Ótima sugestão de leitura, deve ser bem legal mesmo!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: