Lições de uma boa leitura

11 out

Conforme disse aqui, li o livro “CBN, a rádio que toca notícia” sobre a rede de emissoras “all news” do Sistema Globo de Rádio. Também já havia dito antes sobre a importância da leitura para todas as pessoas. Como retirei várias lições da obra, vou dividir quatro com os leitores deste nosso espaço.

“Publicidade e entretenimento devem andar juntos. Não pode ser só arte, não pode ser só briefing”, disse Nizan Guanaes, dono da DM9, agência responsável pela criação do slogan “a rádio que toca notícia”.

Esse trecho mostra a importância da propaganda para o ‘produto’, ou nas palavras de Guanaes “Propaganda não é uma frase de efeito. É frase que faz efeito”.

A outra dica está no artigo da diretora-executiva da rádio, Mariza Tavares, uma das organizadoras do livro. “Um dos grandes mitos do rádio que, felizmente, a CBN ajudou a derrubar é o de que uma bela voz é principal ferramenta do profissional.”

“Voz boa ajuda, sem dúvida, nas não é fundamental. No entanto, o bom texto é indispensável na produção de conteúdo editorial de qualidade, ainda mais se levarmos em conta que o futuro do rádio passa pela sinergia com outros veículos, não só eletrônicos, como também impressos. O profissional tem de ser completo, multimídia”.

Esta parte reafirma a formação continuada do profissional de comunicação. Não há como ficar apenas em uma veículo ou meio, é preciso conhecer todas as áreas de atuação para desenvolver bem o seu trabalho.

O terceiro ponto abordado se dá pela instantaneidade do rádio. Como as notícias surgem a cada segundo em várias partes da cidade, o livro apresenta de forma prática como uma pauta cai e é sobreposta por assuntos mais relevantes no momento. Como exemplo, é citado um tiroteio na movimentada Rua 25 de Março, em São Paulo, e as dificuldades para apurar as informações sendo várias as versões retratadas.

Por fim, a dica mais citada em todas aulas de jornalismo: o uso da língua portuguesa em sua norma culta é imprescindível para qualquer profissional. O artigo de Giovanni Faria ainda traz outros pontos importantes sobre a questão.

“Mas de nada adianta a clareza no texto se a fala não for clara. Ritmo, entonação, respiração e volume adequados são fundamentais. Quem fala depressa, engole letras, sílabas, ou até palavras, quem grita ou alterna tom de voz distrai a atenção do ouvinte; quem gagueja perde o fio da notícia, se repete e compromete a credibilidade da informação.”

Este é apenas um pequeno apanhado do livro, que conforme já indicado é indispensável para quem busca atuar com radiojornalismo.

Anúncios

Uma resposta to “Lições de uma boa leitura”

  1. Michael 13/10/2011 às 04:33 #

    Rogério,

    Gostei muito dos seus comentários e reportagens.

    Gostaria de receber mais via e-mail.

    Grato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: