Crise na Grécia Antiga

12 nov
Por Gabriel Duque,
Faz semanas que a Grécia está no centro do furacão da crise econômica da zona do euro. O país deve dinheiro para diversos bancos e praticamente não tem como se sustentar. Nas negociações para salvá-los, as nações europeias perdoaram metade da dívida, mas impuseram uma série de cortes de gastos, o que gerou revolta na população.
O então primeiro-ministro George Papandreou cogitou a realização de um referendo, para o povo grego aprovar ou não o pacote de ajuda financeira ofertado pelas lideranças europeias. Eis que a ideia se virou contra ele, já que o premiê recebeu críticas de todos os lados e foi quase obrigado a deixar o cargo. O novo bombeiro do país chama-se Lucas Papademos, que foi nomeado para dirigir o novo governo interino de unidade nacional.
Vale lembrar que a crise econômica e política grega é um dos pilares que afetam toda a Europa e pode ajudar a causar uma nova recessão mundial. Além do mais, especialistas citam que esta é a década perdida para a União Europeia.
Após relembrar os fatos e contextualizar o amigo leitor, venho ao foco deste post: a criatividade dos internautas, principalmente do Twitter, para brincar com a crise. Os navegantes da web trouxeram fatos inusitados envolvendo personagens da mitologia grega e até os Cavaleiros do Zodíaco (desenho de sucesso na década de 90), que lutavam, entre outros lugares, em Atenas. Veja alguns:
Medusa transforma pessoas em pedra e vai vender na cracolândia.
Zeus anuncia demissão em massa no Olimpo para cortar gastos públicos.
Time da cidade de Corinto não consegue ganhar nenhuma competição fora da Grécia.
Acrópole é vendida e em seu lugar é inaugurada uma Igreja Universal do Reino de Zeus.
Sem dinheiro pra pagar as dívidas, Zeus libera as ninfas para trabalharem na Eurozona!
Os Cavaleiros do Zodíaco vendem a armadura de ouro.
Zeus é obrigado a colocar Hércules em Escola Pública para garantir benefício da Bolsa-Escola.
Sem grana, Apolo tenta virar um Colírio da Capricho.
Hércules suspende seus 12 trabalhos por falta de pagamento.
Para economizar na conta de luz, Diógenes apaga sua lanterna.
Com aluguel atrasado, Platão é despejado de sua caverna. “Crise não é um mito”, admite.
Dionísio reclama por vinho ter sido substituído por pinga barata a fim de conter gastos.
Centauro reclama da retirada do item ferradura da cesta básica como forma de corte de gastos.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: