O dilema do senso comum

24 nov

Lembro-me muito bem de uma das primeiras aulas da universidade. Ao comentar sobre o fato de sermos futuros jornalistas, um professor profetizou que deixaríamos de ser parte do senso comum e teríamos que analisar o mundo de uma maneira diferente.

Confesso que naquele momento não concordei com a frase e pensei que poderia ser um bom profissional mesmo fazendo parte da chamada ‘opinião pública’.

Ledo engano. Com o passar do tempo, fui percebendo que seria natural a minha amplitude de horizonte. Como comunicólogo comecei a enxergar o mundo de outra maneira e com uma visão mais analítica.

Hoje entendo que não fazer mais parte do senso comum deve ser encarado como um amadurecimento pessoal e profissional e não como algo menor para as pessoas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: