Esse Aires

10 jan

Li o “Memorial de Aires” após a leitura de “Esaú e Jacó”. Os dois últimos romances de Machado de Assis tem como personagem o famoso conselheiro.

No seu Memorial, Aires conta a história de amor da viúva Fidélia e de Tristão, seu então futuro marido. No entanto, para entrar no enredo propriamente dito, Machado apresenta o bom casal Aguiar.

Formado pelo marido pela amável D. Carmo, os dois parecem viver felizes, apesar da falta de filhos legítimos. Afilhado do casal, Tristão vai com a família para a Europa de onde retorna anos depois para alegria dos padrinhos e da viúva que se encanta pelo jovem.

Novamente apresentados a um estilo único, onde o narrador não age diretamente na história, temos o enredo contado por um terceiro, sem sabermos realmente quais os sentimentos dos personagens principais.

Assim como toda a obra machadiana, recomendo a leitura de “Memorial de Aires”, pela riqueza do vocabulário ou simplesmente pela aproximação com o texto do bruxo do Cosme Velho.

Anúncios

Uma resposta to “Esse Aires”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Os filhos de Machado « Leia e Opine - 19/01/2012

    […] em Memorial de Aires, o bom casal Aguiar também não tem filhos legítimos, adotando de coração a viúva Fidélia e o […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: