Seleção da temporada europeia conta com 9 times

26 maio

Por Gabriel Duque

Quando se fala em uma equipe com os melhores jogadores do mundo, com certeza, os nomes de Cristiano Ronaldo e Messi se fazem presentes. E os dois lideram a minha seleção da temporada 2011/12 da Europa. Mas, diferentemente, do que aconteceu no ano anterior, o Barcelona não conta com tantos indicados desta vez, até por suas derrotas no Campeonato Espanhol e na Liga dos Campeões.

Kagawa do Borussia

No total, nove clubes integram a minha seleção. Apenas o Manchester City, campeão inglês após 44 anos, e o Real Madrid, que desbancou o domínio do Barça no torneio nacional, têm dois atletas cada. São dois brasileiros na lista, com o zagueiro Thiago Silva, do Milan, após fazer mais uma temporada regular e passando segurança ao time, e o lateral-esquerdo Marcelo, do Real, sempre uma opção ofensiva de destaque.

Para o gol, Cech é peça-chave depois de ser o grande herói do Chelsea no título inédito da Liga dos Campeões. Mas o arqueiro Joe Hart, do City, também merece menção pelo bom desempenho apresentado na sólida defesa do time inglês, juntamente com o zagueiro belga Kompany. Este sim é titular da seleção do ano. Para completar o setor, coloco o Lahm, do Bayern, na lateral-direita por sua consistência tanto na marcação quanto no apoio.

Pirlo da Juventus

No meio-campo, Xavi e Iniesta, do Barça, antes intocáveis, perdem espaço, principalmente, pelos méritos dos outros atletas elencados que foram fundamentais para as conquistas de suas equipes. Sem primeiros volantes de origem, seleciono o marfinense Yaya Touré, do City, com papel importante na marcação, na saída de jogo e na chegada ao ataque, e o italiano Pirlo, da Juventus, o lider do time de Turim e o homem da armação e distruibuição de jogadas. O meia-atacante Kagawa, do Borussia, se destacou pelo segundo ano seguido com ótima presença em campo e participação no gols da equipe. Também vale recordar a boa temporada de David Silva, do City.

Messi e Cristiano Ronaldo, com seus recordes de gols, não precisam nem de

Vincent Kompany do Manchester City

explicação para constar na seleção. Além dos dois, escolho Van Persie como centroavante. O holandês, do Arsenal, carregou o clube quase nas costas durante o Campeonato Inglês, balançando as redes de todos os jeitos. Outros dois atacantes merecem serem lembrados: o colombiano Falcao Garcia, do Atlético de Madri, e Mario Gómez, do Bayern.

Confira a seleção da temporada europeia de 2011/12:

Cech (Chelsea); Lahm (Bayern de Munique), Thiago Silva (Milan), Kompany (Manchester City) e Marcelo (Real Madrid); Yaya Touré (Manchester City), Pirlo (Juventus) e Kagawa (Borussia Dortmund); Messi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Real Madrid) e Van Persie (Arsenal).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: