TIM e a gestão de crise

31 jul

Desde a última semana, a TIM vem veiculando na televisão um pronunciamento do seu presidente do conselho de administração, Manoel Horácio, sobre os investimentos da empresa na área de telecomunicações.

A ação acontece após a decisão da ANATEL de suspender a venda de novos chips da operadora devido às inúmeras reclamações dos clientes.

Com a escolha da figura do presidente da empresa – e não de outro personagem como o ator Wagner Moura estrela de recente campanha da companhia– fica evidente o papel da assessoria de comunicação no gerenciamento de crise.

Muitos executivos não são fãs de câmeras e microfones, mas em determinados casos é imprescindível a voz e o rosto da maior autoridade da empresa para solucionar o problema.

Entra em campo, a equipe de media training responsável por trabalhar junto com o empresário para que ele saiba se comportar diante da situação e a imprensa em geral, não só produzindo campanhas publicitárias, mas atendendo  aos jornalistas.

Anúncios

2 Respostas to “TIM e a gestão de crise”

  1. Priscila Ota 01/08/2012 às 08:05 #

    Matéria muito pertinente esta…
    Vi esse comercial e tive a mesma impressão: de que em determinados casos, é necessário que alguém de muita representatividade e autoridade dentro da companhia realmente “dê a cara a tapa” e venha a público expor não só o problema, mas também a preocupação da empresa em tentar encontrar soluções o mais rápido possível.
    Outra ação nesse sentido que me chamou a atenção neste fim de semana foi o comercial da Claro. Eles não colocaram nenhum executivo importante, pois quem faz o comercial é a atriz/modelo Fernanda Lima. Contudo, o discurso é bem sério e tem o tom de assumir o problema, e ao mesmo tempo, apresentar soluções e, ainda mais, comunicar inovações e serviços diferenciados para o futuro.
    Com certeza, nestes dois cases, houve uma interação entre vários profissionais… Do media training, do Relações Públicas, do Marketing… Um verdadeiro trabalho em equipe.

  2. Arriete Abreu 07/08/2012 às 12:05 #

    Concordo que houve um verdadeiro trabalho em equipe para tentar remediar a crise instalada na empresa, porém isto não basta. Mais que um pronunciamento, a empresa tem que se mostrar e comportar de forma idônea, o que não foi e não está sendo o caso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: