O novo eldorado

2 ago

Nós os brasileiros da segunda década do 3º milênio estamos vivendo um momento único em nossa história, que certamente entrará para a eternidade pela quebra de paradigmas que representa.

Recentemente li que “coiotes” foram presos ao ajudar estrangeiros a entrarem ilegalmente em outros países. A notícia não surpreenderia na década de 90 com a crescente imigração para os Estados Unidos, mas o fato dos coiotes serem brasileiros e o país a receber os imigrantes ilegais ser o nosso, causou-me certa estranheza.

Vale ressaltar que as frágeis fronteiras brasileiras dificilmente impedem a passagem de quem quer que seja. Mas, a notícia me chamou a atenção pelo fato do Brasil ter se tornado o novo oásis para estrangeiros em busca de oportunidades.

Outro fato ajuda a ampliar a atual situação do Brasil no cenário internacional. O padre Ancelmo Alencar, sacerdote redentorista, voltou de uma temporada missionária em Boston. Com a redução cada vez maior da colônia brasileira e o retorno dos conterrâneos para o país, a Congregação viu por melhor entregar a casa ao bispo diocesano.

Esse êxodo migratório de retorno comprova a valorização do Brasil diante de outras nações e o consequente crescimento da autoestima nacional.

Anúncios

2 Respostas to “O novo eldorado”

  1. Priscila Ota 03/08/2012 às 10:16 #

    De fato, é um novo cenário para o país…

Trackbacks/Pingbacks

  1. A unidade da Igreja « Leia e Opine - 26/08/2012

    […] no texto sobre o novo eldorado, a volta do Pe. Ancelmo ao Brasil me fez pensar em quão grande e bonita é a unidade da Igreja […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: