Qual o tamanho do seu sonho?

26 jan

Este texto não ia entrar hoje no blog. A previsão era de que ele fosse publicado na primeira semana de fevereiro após a realização de mais um sonho em minha vida. Alguns amigos já sabem, mas agora tornarei público.

Após três anos longe das salas de aula, neste início de 2013 começarei um novo projeto em minha vida: a pós-graduação em Jornalismo Contemporâneo pelo Mackenzie. Sei das dificuldades que encontrarei pela frente, mas tenho plena convicção de que vencerei mais essa fase de minha vida.

Se você chegou até aqui, deve estar se perguntando então o por quê eu adiantei este texto se ainda não começaram as aulas. Explico. Hoje ao iniciar o meu plantão, entrei na página do G1 e deparei-me com a seguinte matéria na capa.

Confesso que o susto foi grande, mas logo em seguida um sentimento de orgulho tomou conta de mim. O chefe em questão, Jeferson Costa, foi meu amigo de classe na Escola Estadual Professor Miguel Sansígolo durante todo o Ensino Médio.

Sim, eu era um dos fervorosos clientes que consumiam ferozmente todas as trufas feitas pelo Jeferson. E que trufas. Sucesso antes e durante as aulas em todas as turmas.

Infelizmente perdi o contato com muitos dos amigos com quem fiz o Ensino Médio, mas tenho a certeza de que todos ficarão muito felizes se um dia puderem ler este texto.

Ver o Jeferson como exemplo de um cara que deu certo após conseguir uma bolsa de estudos, me fez ter muito orgulho do fato de eu também ter conseguido. Mais do que isso, mostra a força da educação para o crescimento pessoal de todos.

Sempre bato nesta tecla: só a educação pode transformar uma vida. Que todos os jovens vejam neste exemplo que é o Jeferson, um cara que estudou a vida inteira em escola pública, a oportunidade para buscar os seus sonhos.

Antes de encerrar, quero lembrar outra batalhadora que também realizou um sonho recentemente. Minha amiga de anos, a Regiane foi para os Estados Unidos e lá está em busca de uma vida nova.

A Rê sempre teve seu sonho americano e eu fiquei muito feliz em saber que ela havia alcançado. Nada como poder sonhar e lutar para chegar lá.

Resumo da ópera: quem sonha alcança. Pode demorar, mas quem busca a vitória, um dia chega à conquista. Eu, o Jeferson e a Regiane somos alguns dos exemplos que é possível vencer a base de trabalho e dedicação.

Também fiquei muito contente em ver o meu querido bairro do Sapopemba ser retratado de uma maneira positiva. Cabe a cada morador mostrar o verdadeiro valor de sua região.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: