Indy e o marketing no Brasil

6 maio

Por Gabriel Duque

James Hinchcliffe, vencedor da SP Indy 300

James Hinchcliffe vencedor da SP Indy 300

Neste domingo, o circuito de rua do Anhembi respirou e vivenciou a Fórmula Indy. Categoria de monopostos mais importante dos Estados Unidos, a prova chegou à sua quarta corrida em São Paulo. Em um final surpreendente, o canadense James Hinchcliffe ultrapassou o japonês Takuma Sato na última curva e sagrou-se vencedor da prova pela primeira vez.

No entanto, deixando de lado o aspecto esportivo, o que chama bastante a atenção na Indy em São Paulo é a atuação do marketing. Cada vez mais ligadas e conectadas aos esportes, as marcas buscam explorar os eventos para se expor para o grande público. No caso da corrida no Anhembi, Itaipava e Nestlé reforçam sua presença no setor.

Para a etapa deste ano, a cerveja do Grupo Petrópolis produziu 18 milhões de latas especiais em referência à competição. As latinhas vêm com a imagem de um piloto, da bandeira quadriculada e do logo oficial da prova.

Vale lembrar que os investimentos para a realização do evento chegam a R$ 75,5 milhões e estima-se que o retorno da Indy para a cidade de São Paulo some R$ 432 milhões. O próprio vice-presidente da categoria já afirmou que a prova na capital paulista é a segunda mais importante do calendário, atrás apenas da tradicional e histórica 500 Milhas de Indianápolis. A corrida ainda é transmitida para 200 países e recebe um público de 60 mil pessoas nas arquibancadas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: