O paradoxo do Super Bowl

2 fev

Apesar de estar longe da realidade de muitos brasileiros, o Super Bowl, como é conhecida a final do campeonato de futebol americano, é um dos maiores eventos do ano nos EUA.

Para o jogo deste domingo entre Denver Broncos e o Seattle Seahawks há a expectativa de uma audiência superior a 100 milhões de pessoas.  Com este público ligado na frente da televisão, a disputa pelos espaços publicitários durante o intervalo da partida é espetacular.

Algumas empresas investem verdadeiras fortunas para criar peças que chamem a atenção dos espectadores e ainda investem cerca de US$ 4 milhões para 30 segundos de veiculação.

No entanto, apesar deste investimento um estudo realizado pelo instituto de pesquisa Communicus indica que 80% dos anúncios do Super Bowl não têm efeito sobre as vendas.

E o pior: 60% dos atingidos dizem que a intenção de compra não aumentou mesmo depois de ter assistido à propaganda durante a final do futebol americano.

Estes dados mostram que apesar do investimento maciço, as empresas ganham mais com a repercussão de serem anunciantes durante o Super Bowl do que realmente no aumento de vendas – a base para qualquer ação publicitária.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: