A tecnologia nossa de cada dia – Parte 2

5 fev

Este texto foi escrito para a aula de Jornalismo Cultural, ministrada pelo professor Renato Modernell, no curso de pós-graduação em Jornalismo Contemporâneo do Mackenzie. Por se tratar de um texto longo, será publicado em duas partes.

O medo tomava conta de Diego, mas a opção de ficar em casa e esperar a solução do problema não era a mais viável. Ele tomou coragem, pegou seu antigo bloquinho de notas empoeirado e saiu às ruas.

Não sabia por onde começar, afinal de contas não tinha o buscador da internet para encontrar telefones e endereços que poderiam ser úteis.

Lembrou de um antigo professor de teoria da comunicação da faculdade que certamente poderia ajudá-lo e decidiu procurá-lo para tentar entender o que estava acontecendo e como poderia sair daquela situação.

Ao chegar na casa do professor, Diego foi logo entrando. Avesso à tecnologia, o velho mestre nem havia notado o pandemônio que estava acontecendo na cidade devido à falta de comunicações e estranhou a chegada daquele rapaz que mal prestava atenção em suas aulas.

Após alguns minutos de conversa, Diego finalmente sabia que havia escolhido a pessoa certa. Sob um lençol empoeirado, estava um velho rádio amador que o professor pôs logo a funcionar com uma bateria de carro.

Na mesma frequência, um velho amigo do departamento de comunicações instalado na capital do país explicou ao professor que as autoridades competentes tentavam a todo custo tentar solucionar o problema, mas que o ataque havia sido bem orquestrado e não havia previsão de retorno à normalidade.

Diego então tomou o rádio da mão do professor, se apresentou e pediu para falar com o responsável pela operação. Após alguns momentos de conversa, Diego conseguiu entender o que estava acontecendo e em um start encontrou o fato que causou o problema.

A ideia de Diego foi o ponto que a equipe precisava para solucionar o caos. Em pouco tempo, todas as comunicações foram restabelecidas e Diego pode então entender que a tecnologia é necessária, mas nada substitui o contato humano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: