Caçadores de Obras-Primas

16 fev

Porque esta história real demorou tanto tempo para virar filme? Esta é a primeira pergunta que surge na cabeça de quem vai ao cinema assistir “Caçadores de Obras-Primas”.

A trama verídica possui todos os elementos que merecem ser retratados em um longa de Hollywood. E foi justamente George Clooney quem reuniu uma legião de astros para contar esse episódio da história mundial.

O ano era 1944. O nazismo estava enfraquecendo e a vitória dos aliados era iminente. Hitler – um artista preterido pela Escola de Artes de Viena – havia roubado milhões de obras de arte para criar aquele que seria o maior museu do mundo.

Para recuperar este material, uma equipe de especialista vai para guerra em busca da identidade de toda a humanidade.

Além de retratar uma época tão rica historicamente, “Caçadores de Obras-Primas” amplia o debate sobre o que é cultura? Mais ainda: qual o valor deste elemento para nossa sociedade?

Em um diálogo no início do filme, o personagem de Clooney explica a importância da cultura e suas representações para um povo e como esta deve ser protegida em situações de guerra.

Vale cada centavo do ingresso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: