O exemplo Roraima

28 abr

Matéria publicada pela Folha de S. Paulo, no último dia 15 de abril, talvez ajude a explicar a falta de desenvolvimento do futebol no Norte do país.

Comandada há 39 anos pelo mesmo presidente, a Federação Roraimense de Futebol organiza o estadual que este ano conta com 6 equipes e apenas um estádio. Após o fim da competição, os clubes entram em recesso e só voltam a campo em 2015.

Prova da fragilidade das equipes de Roraima, o Náutico-RR, atual campeão estadual, perdeu o 1º jogo da 1ª fase da Copa do Brasil para a Ponte Preta e deus adeus a competição com apenas 1 partida disputada.

Criada pela CBF, a 1ª edição da Copa Verde contou com 16 times na 1ª fase. Representante de Roraima, o Náutico perdeu suas duas partidas na competição para o Paysandu – 7 X 2 em casa e 4 X 0 em Belém.

Anúncios

Uma resposta to “O exemplo Roraima”

Trackbacks/Pingbacks

  1. A geografia do país do futebol | Leia e Opine - 28/04/2014

    […] clubes de maior tradição em nosso país, a Série A mostra a força do eixo Centro-Sul e a pouca expressividade do Norte e Nordeste, onde muitos times ainda vivem no […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: