Tag Archives: cinema brasileiro

Getúlio: a história do Brasil

5 maio

Entender a crise política que se estendeu em nosso país em agosto de 1954 pode ser um dos motivos para ir ao cinema assistir “Getúlio”.

O filme mostra como foram os últimos dias da vida do então presidente da República interpretado magistralmente por Tony Ramos.

Além do quesito histórico, chama atenção a bela produção de época e grandes atuações, entre elas Drica Moraes como a filha do presidente: Alzira Vargas.

Retrato do poder durante a crise de 1954, o filme nos convida a refletir sobre como a política do nosso país e consequentemente sua história impactam em nossas vidas.

Vale cada centavo.

Assista o trailer abaixo:

Anúncios

Projeta Brasil: 2014

4 nov

A dica cultural deste mês de novembro é a 14ª edição do Projeta Brasil, evento programado pela rede Cinemark para divulgar o cinema brasileiro.

Na próxima segunda-feira, 11, a rede exibe 28 filmes nacionais com o valor promocional de R$ 3,00. Esta é a oportunidade de valorizar o nosso cinema e ainda curtir um filme.

Entre os selecionados para exibição, estão “De Pernas pro Ar 2”, “Faroeste Cabloco”, “Minha Mãe é uma Peça”, entre outros.

Veja abaixo o trailer de “Faroeste Cabloco”.

Cursos no MIS

18 jan

O MIS (Museu da Imagem e do Som) está com inscrições abertas para os cursos e oficinas nas áreas de audiovisual e cultura em geral. São diversas opções de horários, valores e datas.

Entre as oficinas: “História do Cinema Brasileiro”, “Cinema Latino-Americano Contemporâneo”, entre outros.

Destaque para a oficina “Cultura 2.0: Produção e estratégias de conteúdo digital” que acontece entre 26 de fevereiro e 11 de abril.

Com o valor de investimento de R$ 160,00, o curso ministrado por Xenya Bucchioni tem como objetivo apresentar subsídios para que os participantes possam produzir material digital com qualidade.

O MIS fica na Avenida Europa, 158. Para mais informações, acesse  o site.

Jogo de Ideias no Itaú Cultural

15 set

Nos dias 20 e 21 de setembro, o Itaú Cultural organiza o programa de televisão Jogo de Ideias cujo tema será a “Produção Cinematográfica Brasileira” com a participação de diretores nacionais.

Entre os convidados, Alain Fresnot, Cacá Diegues, Lais Bodanzky, Sandra Werneck, Sílvio Tendler e Suzana Amaral que discutirão os filmes produzidos no Brasil nos últimos anos.

Já no sábado, 22, e no domingo, 23, haverá a exibição de longas para os presentes.

A entrada é gratuita e os ingressos serão distribuídos com 30 minutos de antecedência.

Confira a programação:

quinta 20/set

18h30: entrevista com Laís Bodanzky e Suzana Amaral

20h: entrevista com Cacá Diegues.

sexta 21/set

18h30: entrevista com Alain Fresnot e Sandra Werneck

20h: entrevista com Silvio Tendler

Exibição de filmes

sábado, 22/set

14h: JANGO, de Silvio Tendler

16h: BYE BYE BRASIL, de Cacá Diegues

18h: O BICHO DE SETE CABEÇAS, de Laís Bodanzky

20h: HOTEL ATLÂNTICO, de Suzana Amaral

domingo, 23/set

14h: FAMÍLIA VENDE TUDO, de Alain Fresnot

16h: TANCREDO, A TRAVESSIA, de Silvio Tendler

18h: SONHOS ROUBADOS, Sandra Werneck

20h: O MAIOR AMOR DO MUNDO, de Cacá Diegues

O Itaú Cultural fica Av. Paulista, 149 – Cerqueira César São Paulo.

Cinema Brasileiro por R$ 2,00

5 nov

O final de semana está só começando, mas a dica de hoje do Leia e Opine é para a próxima segunda-feira, 07 de novembro. Idealizado pela rede Cinemark, o 12º Projeta Brasil oferece a oportunidade de assistir filmes nacionais pelo valor de R$ 2,00.

No ano passado, o signatário deste blog foi ao cinema e acompanhou “O Bem Amado”. Já em 2011, são 35 as opções de longa-metragens à disposição do público.

Entre os títulos disponíveis estão: “Assalto ao Banco Central”, “Bruna Surfistinha”, “De Pernas pro Ar”, “O Homem do Futuro” e outros mais.

Para consultar locais de exibição e horários, clique aqui.

Na disputa

20 set

Sucesso absoluto de público e crítica, o longa-metragem “Tropa de Elite 2” foi indicado pelo Brasil como provável concorrente ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2012.

Após ultrapassar a marca de 10 milhões de espectadores – recorde absoluto no país – o longa de José Padilha agora busca uma indicação ao maior prêmio do cinema mundial.

A expectativa em torno da escolha vai até o dia 24 de janeiro quando serão anunciados os indicados. Já os vencedores serão conhecidos em cerimônia realizada em 26 de fevereiro.

Debate sobre Cinema Brasileiro no Itaú Cultural

22 ago

Nesta terça-feira, 23, a partir das 19h30, o Itaú Cultural promove um debate com a pesquisadora Esther Hamburger sobre as duas últimas décadas de produção do cinema brasileiro.

Diretora do Cineusp, Paulo Emílio, a também professora fará a palestra na sede do espaço localizado na Avenida Paulista, número 149, próximo à estação Paraíso, do metrô.

A entrada é gratuita e os ingressos são distribuídos com meia hora de antecedência.

Quem não tem Lula, vai de Lixo

26 jan

 

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Los Angeles anunciou ontem os concorrentes ao Oscar 2011. Fora da disputa pela estatueta de Melhor Filme Estrangeiro, o Brasil viu a indicação de uma co-produção com a Inglaterra ao título de Melhor Documentário.

Curiosamente, o formato pouco reconhecido no país pode trazer para o cinema nacional o primeiro troféu mais importante da sétima arte mundial.

Intitulado “Lixo Extraordinário”, a obra retrata a relação do artista plástico Vik Muniz com os catadores de lixo do aterro sanitário de Jardim Gramacho, em Duque de Caxias.

 

Vale lembrar que o país concorreu ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro com “Lula, o Filho do Brasil”, mas acabou preterido pelo mexicano “Biutiful”, “Incendies” do Canadá, pelo dinamarquês “Em um Mundo Melhor”, pelo grego “Dente Canino” e pelo representante da Argélia “Fora da Lei”.

A entrega das estatuetas acontece no domingo, 27 de fevereiro.

Quantos Sandros?

7 jan

 

Ontem a Rede Globo exibiu o filme “Última Parada 174” retratando a história de Sandro Barbosa do Nascimento e o fim trágico do sequestro ao ônibus da linha 174, na cidade do Rio de Janeiro.

Sobrevivente da Chacina da Candelária, Sandro causou pânico naquele 12 de junho de 2000 com a morte da refém Geisa Firmo e posteriormente uma enxurrada de críticas à policia carioca, pela ação desastrosa e por sua morte devido a asfixiamento na viatura.

Não vi o filme na íntegra, apenas assisti alguns trechos, mas a história ainda estava viva na minha memória e de muitos. Na verdade a pergunta que surgiu na minha cabeça foi: quantos Sandros há por este Brasil? Quantas crianças não tem um pingo de estrutura familiar ou social para não entrar no mundo do crime organizado?

Claro que pobreza e falta de oportunidade não são condições que justifiquem as ações de Sandro, mas cabe a sociedade brasileira criar formas e maneiras para que a violência seja combatida em sua raiz, ou seja, proporcionando a todos educação de qualidade e situações que garantam todos os direitos previstos em lei.

A retomada do Cinema Brasileiro

14 dez

 

Sempre ao falar de cinema brasileiro ouço a expressão “retomada”, ainda mais agora que “Tropa de Elite 2”, representante-mor dessa fase, superou “Dona Flor e Seus Dois Maridos” e tornou-se o filme nacional mais visto na história do país.

Pois bem, fui pesquisar a que se referia o termo “retomada” e descobri que este está ligado ao governo do então presidente Fernando Collor que deixou de financiar a produção nacional, levando a quase extinção dos filmes brasileiros.

Marcada pelo retorno dos incentivos, a fase da retomada retrata o período pós-Collor quando o cinema nacional passou a produzir em larga escala.

Apesar de não ser oficial, credita-se ao longa- metragem “Carlota Joaquina” (1995), da diretora Carla Camurati, o início desta nova fase.

 

Após o sucesso de bilheteria em 2010, os filmes brasileiros mostraram-se fortes, com a “retomada” proporcionando verdadeiras obras-primas, como “Carandiru”, a franquia “Se Eu Fosse Você”, o próprio “Tropa de Elite 2”, entre outros.