Tag Archives: cultura

18º Cultura Inglesa Festival

19 maio

18 festival cultura inglesa

Ainda dá tempo. Apesar de já ter começado no último dia 9, o Festival da Cultura Inglesa vai até domingo, dia 25 com muitas atrações por São Paulo.

Destaque para atividades em artes visuais, teatro, gastronomia e música.

Vale a pena entrar no site e conferir a programação.

A cultura na televisão

24 abr

clipart televisaoEstudo recente encomendado pela BBC de Londres colocou a TV Cultura como a segunda melhor emissora do mundo em qualidade. Líder de audiência no Brasil, a Rede Globo ficou com a 28ª colocação no ranking que conta as 66 principais redes de 14 países.

Esse panorama esbarra no binômio audiência X qualidade. Por que a líder do mercado é considerada menos qualitativa do que aquela que ocupa a 6ª posição no ranking do Ibope da Grande São Paulo?

Escrito pelo Prêmio Nobel de Literatura, Mario Vargas Llosa, o livro “A civilização do espetáculo” pode ajudar a encontrar pistas para esta questão. Pistas no sentido de caminhos, já que encontrar respostas para uma pergunta tão complexa pode não ser tão simples.

Ao abordar temas como cultura em geral, política, jornalismo de celebridades, sensacionalismo, o livro de Llosa esmiúça o porquê as pessoas preferem determinados tipos de programas ao invés de outros.

Uma possível resposta – Vivemos em uma sociedade na qual somos bombardeados de informações em todos os momentos, ficando difícil compreender tantos sinais. Por isso, cada vez mais as pessoas buscam facilidades, códigos que já se apresentam decodificados e explicados.

A procura por uma informação já processada e de preferência com uma embalagem estética apropriada pode ser considerada uma das hipóteses para audiência da TV Globo ser superior à TV Cultura, mesmo esta tendo programas de qualidade superior na questão cultural.

Resumindo, o público busca conteúdo fácil e com forte teor de entretenimento. O dia a dia atribulado faz com que as pessoas busquem formas de diversão e não percam tempo com programas que levem a análise crítica da sociedade.

Oficinas Culturais: inscrições abertas

2 abr

oficinas culturaisLigadas à Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, as Oficinas Culturais estão com inscrições abertas para as atividades gratuitas do segundo trimestre de 2014.

Destaque na programação para os cursos da Oficina da Palavra Casa Mário de Andrade, localizada na Barra Funda: “Memória Televisiva e a História da Telenovela Brasileira”, “Workshop de Telejornalismo”, “Oficina de introdução à fotografia” e “Minicurso: Literatura, Futebol e Jornalismo”.

Com ampla gama de opções, vale a pena conferir o site das Oficinas Culturais e buscar oportunidades para aprimorar os conhecimentos.

FNAC salva ingressos

27 fev

Que tal aproveitar seus ingressos usados no teatro e no cinema para ganhar desconto na compra de livros, CDs e DVDs? Com essa ideia, a FNAC promove até dia 16 de março a iniciativa cultural: Salvem os Ingressos.

A ideia é simples e objetiva: basta comparecer à uma loja da rede com um ingresso de show, cinema, teatro, museu, exposição e/ou concerto e trocá-lo por um desconto de 10% no ato da compra dos produtos citados acima.

A iniciativa visa incentivar a informação cultural e ampliar o conhecimento e o repertório dos interessados. Para saber mais, acesse o site.

Caçadores de Obras-Primas

16 fev

Porque esta história real demorou tanto tempo para virar filme? Esta é a primeira pergunta que surge na cabeça de quem vai ao cinema assistir “Caçadores de Obras-Primas”.

A trama verídica possui todos os elementos que merecem ser retratados em um longa de Hollywood. E foi justamente George Clooney quem reuniu uma legião de astros para contar esse episódio da história mundial.

O ano era 1944. O nazismo estava enfraquecendo e a vitória dos aliados era iminente. Hitler – um artista preterido pela Escola de Artes de Viena – havia roubado milhões de obras de arte para criar aquele que seria o maior museu do mundo.

Para recuperar este material, uma equipe de especialista vai para guerra em busca da identidade de toda a humanidade.

Além de retratar uma época tão rica historicamente, “Caçadores de Obras-Primas” amplia o debate sobre o que é cultura? Mais ainda: qual o valor deste elemento para nossa sociedade?

Em um diálogo no início do filme, o personagem de Clooney explica a importância da cultura e suas representações para um povo e como esta deve ser protegida em situações de guerra.

Vale cada centavo do ingresso.

Mônicas na periferia

21 nov

Hoje pela manhã, enquanto aguardava para tomar café, vi uma matéria no Jornal do SBT Manhã sobre as estátuas da Mônica que haviam sido depredadas na zona oeste da cidade e o contraponto com aquelas que eram ‘guardadas’ pela população.

Para minha surpresa, a locação escolhida para ilustrar a estátua da Mônica bem cuidada foi o Sapopemba – que já foi assunto aqui no blog.

Chamou minha atenção, o fato da periferia – tão discriminada em muitos momentos – ser um exemplo positivo de cuidado com as obras de arte ao contrário do que vem acontecendo em pontos mais nobres da capital.

Este exemplo mostra o quanto é importante para locais afastados do centro e do eixo cultural da avenida Paulista receberem investimentos e principalmente equipamentos culturais que fomentem a cultura, já que é primordial o incentivo às ações culturais.

Rio: um choque de culturas

16 mar

Que existem milhares de costumes e culturas em todo o mundo é um fato amplamente difundido. Seja em uma tribo isolada nos confins da Amazônia, seja em um grande aglomerado urbano como Paris, os seres humanos se comportam de forma pré-estabelecida e entendem qualquer transgressão aos padrões adotados como fora da normalidade.

Esta pequena introdução acerca do que é cultura está relacionada ao recente fato envolvendo ginastas dinamarquesas e o fato de fazerem topless no Rio de Janeiro no início desta semana. Após uma conversa com o meu amigo Gabriel Duque surgiu a questão: estaria o Rio – sede de grandes eventos esportivos nos próximos anos – preparado para conviver com hábitos culturais diferentes?

Mas, acredito que o questionamento seja mais complexo: teria o Rio – e consequentemente os cariocas – que “se adaptarem” para receber os turistas estrangeiros?

Apesar de a imagem brasileira estar associada a sensualidade no exterior, cabe aos forasteiros entenderem nossas regras e costumes para que episódios como o da praia de Copacabana não aconteçam mais.

Vale ressaltar que todos – inclusive os brasileiros – respeitam as tradições em qualquer parte do mundo, como por exemplo, várias repórteres brasileiras usaram o véu islâmico ao visitarem países árabes em respeito à cultura local.

Cursos SEPAC – Março 2013

18 fev

O Sepac (Serviço de Pastoral à Comunicação), localizado na Vila Mariana, está com inscrições abertas para as atividades do mês de março.

No sábado, 09, acontecem duas oficinas: “Elaboração de Projetos Culturais e Captação de Recursos” e “Cartaz Mural”. Já no dia 16 é a vez de “Novas tecnologias e a formação do imaginário. Desafios à educação” e “Produção e apresentação programas de rádio”.

Com valor de investimento de R$ 65,00, cada oficina tem carga horária de 8 horas e as aulas são ministradas na sede do Sepac, localizada na rua Dona Inácia Uchoa, 62 Vila Mariana. Mais informações, acesse o site.

Branding e Cultura

6 set

Entre os dias 11 e 25 deste mês, o Museu da Casa Brasileira (MCB) proporciona aos interessados o curso Branding e Cultura. Ao todo serão três encontros de duas horas cada com o coordenador de comunicação da Fundação Bienal de São Paulo: André Stolarski.

Com a abordagem de temas como planejamento estratégico de marca; relações entre design e marketing; e entre cultura e mercado; economia criativa e identidade cultural, a atividade mostra-se como uma boa oportunidade para quem busca compreender melhor este cenário.

Veja abaixo o programa:

Aula 1 – Dia 11/09 (terça-feira)

Conceitos e princípios fundamentais de marca; breve história do planejamento estratégico de marca; as relações entre design e marketing; a evolução do capitalismo no século XX e a transformação do branding em uma disciplina cultural.

Aula 2 – Dia 20/09 (quinta-feira)

A cultura e suas concepções, da antropologia ao mercado cultural; da indústria cultural para as massas à cauda longa da economia criativa; a tensa relação entre arte e cultura; a cultura como batalha sígnica entre instâncias de poder; a cultura como identidade e marca na era das relações líquidas.

Aula 3 – Dia 25/09 (terça-feira)

Os impasses dos modelos de sustentação das atividades culturais no Brasil; os paradoxos das leis de incentivo; a mecânica do branding e as possibilidades de amadurecimento da relação entre cultura e mercado.

O curso tem o valor único de R$ 100,00 para as três aulas e as inscrições podem ser feitas pelo telefone (11) 3032-2499 ou pelo e-mail agendamento@mcb.org.br. As atividades acontecem das 19h30 às 21h30 e o MCB fica Av. Faria Lima, 2.705 – Jd. Paulistano.

De mão em mão

26 jun

Inspirado na iniciativa colombiana “Libro al viento”, o projeto “De Mão em Mão”, visa distribuir livros gratuitamente em pontos de grande movimentação.

Parceria entre a Prefeitura de São Paulo, através da Secretaria Municipal de Cultura, e a editora UNESP, o projeto está em quatro pontos da capital: Terminal Mercado no Centro, Terminal Pirituba, na zona oeste; Terminal Santo Amaro, na zona sul e Terminal A.E. Carvalho, na zona leste.

A ideia principal é que cada leitor pegue uma obra – inicialmente foram disponibilizados textos de grandes autores brasileiros – e após a leitura devolva no mesmo ponto para que o exemplar chegue a outras pessoas.

O signatário deste blog pegou ontem o livro “Missa do Galo e outros contos” de Machado de Assis. Para quem sempre defendeu a democratização da cultura e a difusão do conhecimento, achei a iniciativa interessantíssima.

No entanto, fica a dica para que as pessoas possam aproveitar a oportunidade e não deixem a ideia perdida.

Acesse o site e conheça melhor o projeto.